Contate-nos
HUESKER Ltda.
Av. Dr. Sebastião Henrique C. Pontes, 8000 Galpão E
CEP 12.238-365 São José dos Campos - SP
Brasil
Publicações Técnicas

Restauração de Pavimentos Aeroportuários Sulamericanos com Geogrelha de Poliéster

Resumo

As geogrelhas, largamente usadas em obras ou estruturas geotécnicas, vêm sendo utilizadas em todo o mundo como alternativa para controlar a reflexão de trincas em camadas de recapeamento betuminoso aplicada sobre pavimentos asfálticos ou pavimentos rígidos. As geogrelhas para reforço de pavimento asfáltico constituem um tipo particular, cuja finalidade principal é reforçar as novas capas betuminosas de maneira tal que aumente sua resistência à tração e, portanto, melhore a resposta das capas asfálticas a tensões de tração de longa duração; e fornecer uma componente elástica que melhore as distribuições de tensões a fim de inibir a propagação de trincas. Na restauração de um pavimento flexível trincado ou pavimentos rígidos (placas de concreto) é geralmente realizada mediante a instalação de recapeamentos simples em concreto asfáltico. Por causa das solicitações dinâmicas externas (i.e. trafego de veículos e/ou aeronaves) e por variações de temperatura, as trincas existentes e as juntas subjacentes podem se propagar prematuramente desde as camadas inferiores até o novo revestimento. Em obras de pavimentação realizadas na América do Sul, a aplicação de uma geogrelha de poliéster de alto módulo para reforço asfáltico mostrou excelentes resultados na prevenção e controle do trincamento por reflexão, permitindo uma considerável extensão da vida de serviço da estrutura de pavimento das pistas reabilitadas. O objetivo deste artigo é apresentar um conjunto de casos de obra onde foram empregadas geogrelhas de reforço para a restauração de pistas e pátios de estacionamentos aeroportuários, descrevendo algumas experiências realizadas nos últimos 15 anos no Brasil, Argentina, Chile, e Uruguai. Será apresentado no artigo uma avaliação de desempenho dos projetos citados e também uma recomendação da aplicação deste geossintético na restauração de pavimentos com revestimento asfáltico.

Conclusão

Foi observado um grande beneficio obtido pela presença da geogrelha de poliéster no uso nas camadas intermediaras para o controle da reflexão de trincas. O desempenho em termos de aumento da vida útil dos recapeamentos variou de 3 a 4 vezes a mais quando comparado com a solução convencional de uma reabilitação simples para o conjunto de obras avaliadas. O uso desse material permitiu reduções significativas no numero de intervenções de manutenção dos projetos em estudo. Foi verificado que mesmo após da ocorrência do trincamento por reflexão, a geogrelha de poliéster conseguiu manter aberturas pequenas das trincas, com um elevado travamento entre os agregados de um lado e outro das paredes. Desta forma, a deterioração por erosão ao longo das bordas das trincas foi reduzida ao mínimo, este efeito contribui positivamente no desempenho do pavimento ao futuro. Em consequência, é possível concluir que o potencial de reflexão para uma próxima reabilitação é atenuado pela presença do reforço.