Contate-nos
HUESKER Ltda.
Av. Dr. Sebastião Henrique C. Pontes, 8000 Galpão E
CEP 12.238-365 São José dos Campos - SP
Brasil
Publicações Técnicas

Restauração do Pavimento da Rodovia MG-424 com Geogrelha de Poliéster

Resumo

Tem-se observado no meio rodoviário a preocupação entre os projetistas sobre a necessidade da correta avaliação da contribuição estrutural dos diferentes materiais que compõem um pavimento. A contribuição dos materiais tradicionalmente usados na pavimentação foi avaliada na pista experimental da AASHTO (American Association of State Highway and Transportation Officials). No Brasil o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) desenvolveu um método de dimensionamento de pavimentos que exprime esta contribuição através de coeficientes estruturais. No entanto, atualmente a principal preocupação é quanto à vida de serviço da camada asfáltica, que sofre com os mecanismos de deterioração atuantes nas rodovias brasileiras, que são o trincamento por fadiga e as deformações plásticas. As geogrelhas de poliéster revestidas com material betuminoso têm a finalidade de reforçar as novas camadas betuminosas de maneira tal que aumente sua resistência à tração e, portanto, melhore a resposta das capas asfálticas a tensões de tração de longa duração; e fornecer uma componente elástica que melhore as distribuições de tensões a fim de inibir a propagação de trincas, aumentando assim sua vida de serviço quanto a trincamentos por fadiga. O presente trabalho descreve a aplicação da geogrelha Hatelit C 40/14, na rodovia MG-424, no trecho entre o entroncamento da MG-010 (Belo Horizonte) e o entroncamento da LMG-800 (Pedro Leopoldo).

Conclusão

A restauração ou execução de um pavimento através do sistema de reforço com geogrelhas de poliéster com recobrimento asfáltico seguem, basicamente, os procedimentos normais de um trabalho de pavimentação convencional. A única atividade adicional com relação ao recapeamento simples é desenrolar a bobina da geogrelha (não requer mão-de-obra especializada). A facilidade de instalação garante a minimização de riscos de mau funcionamento por problemas construtivos. Os resultados mostraram o excelente desempenho da geogrelha Hatelit C 40/17 como sistema anti-reflexão de trincas (SART). A geogrelha bloqueou a propagação das trincas provenientes das camadas subjacentes. O uso da geogrelha Hatelit C 40/17 permitiu reduções significativas no número de intervenções de manutenção dos projetos em estudo.